domingo, 20 de fevereiro de 2011

NO TEMPO EM QUE AS PROFESSORAS ENSINAVAM A DIFERENÇA ENTRE ESTÓRIAS E HISTÓRIA...

Não seria nada difícil perceber, que não há uma história, ou mesmo histórias pararelas, rolando no BBB11!
E, pra quem gosta de blogar na NET BBB, isto é um saco...
Sem histórias, não nascem polêmicas, defesas, ou ataques legítimos às táticas dos participantes.
E as bbzísticas criaturas de Bones, desta 11ª edição, definitivamente não "rendem"...
Eles bebem muito...
Etilizados perdem completamente a compostura (Adoooro essa palavra! Tri vintage!)
Eles lambem, com ou sem doce de leite, as bocas, orelhas, mamilos e o "caminho cutâneo para as Índias", mas não conseguem manter o público insone, e no aguardo de "algo"...
É muita baba, pouca  ação, e nenhuma emoção...
Aliás, "menti"...
Uma emoção me é recorrente, vergonha alheia!
Irritação e impaciência também...
Como aguentar, Maria contando, de um em um, cada conversa que mantém a sós. (Será que ela vai alterando, a cada ouvinte, a história para melhor nos entreter????)
Como aguentar, a diarreia verbal de palavrões de Daniel?
Como aceitar, que ele não entenda, no BBB onzeeee, que está se colocando fora das edições??? Pelo menos das que tem áudio?
Como aguentar, Mau mau, e seu papo de vingador-reciclador-coração bom?  Aquele que acha que toda ação deve ser regida pelo coração dele? (Paulanja, aliás, tá sofrendo a maior pressão, para agir de acordo com o coração dos três patetas, que querem que ela imunize a Miss, e o coração das 3 pretas, que exigem, que ela não imunize a Miss, para o coração de Maria poder se manisfestar na indicação...kkkk)
Santa paciência, folks!  Até  falas de Batman, ele cita em seus discursos paladinos...
E os meninos prodígio do reciclador? Gão e Gago?
Quem foi o sacana, que disse pra eles, que iam fazer o maior sucesso com aquelas brincadeirinhas sem graça deles?
E Irmã Jamambaia?
Por que não foi, como Cid Moreira fez com a Bíblia, gravar um CD daquele livrinho "Otimismo em Gotas"?
Como perdoar, e não pegar nojo, da melhor manipuladora ever BBBs (Talula-Bitch), fazendo joguinho de santa diretamente pra, nós, o público, já que os cabeças de porongo nem percebem, que tão no bolso dela?
Como entender, que uma menina (a Miss) que até entrou na casa com a filosofia correta do "primeiro eu, segundo eu, terceiro eu", fique rondando um cara, que a beija para, na sequência, com as mãos (literalmente!)  afastá-la de si, e mandar pra pista dançar?
Como não pegar no sono, com Jaque eu sou preetaaa contando pra Weslleysnipess♫♪♫ sobre os dias de acamapamento e encantamento???
Como não se arrepender do sorvete que tu "serviu", e "tava" começando a saborear, quando a câmera mostra Wessley,  sem snipes♪♫♪, em sua aparição-mor na festa chamando o hugo vomitando o mundo?
Como não sentir saudade, do Airton gritando "cueca brancaaaa", do Cauboi brindando à harmonia da casa, dos papos sapecas de Natália e Rafinha no quarto rosa, dos 2 min do psico Doc, das gargalhadas que Francine arrancava, não apenas do público, mas dos cãmeras, inclusive...
Mas a diferença entre estória e história? Tem a ver com o quê?
Tem a ver com não haver uma história neste BBB11, nem de amizade, nem amor, nem de perseguição, nem de loucura, nem de nada...
E como não tem história, tem quem se proponha, na NET BBB, a inventar contar estórias...
Estórias, em que comportamentos imbecis de Talula e Maria, tem a ver com problemas de criação, que  as tornaram submissas aos homems...
Estórias, de que o jeito tosco de ser do Gago acua e amedronta, paralisando qualquer tipo de reação por parte das moçoilas da edição, que precisam, mas não têm, um "homem-príncipe-justiceiro" que as defenda do orgro malvado e abusador... (Quem segura a onda de estar sob o jugo comando de Bones, vai se acuar com quem? Por favor, né?) 
Estórias, de que por trás da aceitação das brincadeiras de mau gosto, está o medo de dizer não...  Por que, ainda hoje, as mulheres são criadas para... blá, blá, blá., e os homens, blá, blá, blá... (Como diriam eles mesmos, "chama o VT na Ana do BB8!" kkkk)
Estórias, pra encher linguiça post, porque his-tó-ria, não tem nenhuma pra contar!
Só inventando...
ES-TÓ-RIAS, né?
Aguardemos o "ao vivo" de Bial, e as justificativas as estórias pra boi dormir, que serão apresentadas, tanto por Marylíder, quanto pelos  demais seres bbzísticos, ao votarem!

2 comentários:

TDM disse...

A estória de Bial, foi que há uma bela natureza, mas morta que em vez de continuar contemplando outra natureza morta, se levanta e atende o Big Fone..rsrsrsrs
Esta é a melhor.
bjk

garin disse...

com história ou sem estória...sobrou mágoa de caboclo com encosto de dor de cotovelo.