segunda-feira, 23 de novembro de 2009

UNIFORME ESCOLAR...OU PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES!


Já esteve em uso, já deixou de estar e, pelo menos na minha terra (RS), desde alguns anos atrás,  é amplamente adotado em escolas particulares...

O uso do uniforme é justificado pelas escolas com inúmeros argumentos, segurança, já que alguém vestido diferente seria notado, evitar excessos (tipo
Geysi UNIBAN), competição de marcas, e por aí vai...


No meu tempo, só  havia o uniforme de Educação Física, que se resumia a um famoso modelo de "abrigo"(assim era chamado) azul-marinho com listras (3) brancas , da Adidas... A "florzinha Adidas", bordada no casaco e na calça hj é conhecida como "retrô"(rs). A calça, modelo fuseau (se lê fusô, gurias novinhas!), boca  afunilada  com uma alcinha q passava pelo pé (dentro do tênis, aff eu usei isso!), fechinho na altura do tornozelo hahahaha Sim ,estou falando da finaleira dos anos 70!!!


O modelo era unissex!!! "A coisa"disforme, era pra ser usada por meninos e meninas! Pode? Não só pode como acontecia...

A variação máxima, apareceu uns dois anos depois do lançamento do modelito clássico, em versão bege-marrom, q era o sonho de consumo de muitos, realização de poucos, pois nesta cor, custava mais caro, e a maioria dos colégios só aceitava como uniforme de E.F, o  azul-marinho...

"De modos que"  só tinha o Adidas bege-marrom quem tinha um abrigo 2... Não foi o meu caso... Até pq eu era uma negação em todo e qq esporte,e minha mãe sabiamente recusou-se a jogar dinheiro fora...


Meu pai até ficou meio comovido com minha necessidade bege-marrom, quase cedeu, mas ELA, vetou e acrescentou q com minha pele clara, marrom com bege-c*aganeira pareceria que eu tinha tido uma crise renal e estava doente !

Enfim... mas voltando ao assunto...


Vcs conseguem pensar numa cor mais feia que marrom-bege (c*ganeira!) para adolescentes?


Não!!! vcs não conseguem pensar, pq não existe!

Mas pq então era tão desejado o infame Adidas marrom-bege-c*aganeira? (era bem dessa cor o bege!!!)


Simples! Pq era DIFERENTE, conferia um ar de identidade própria! Aquela sensação de não ser uma ovelha azul-marinho a mais, esperando ser escolhida pra um time...


Lembro ainda que nós, a galera do abrigo sem graça & azul-marinho, começamos a customizá-lo: cortávamos as tirinhas, dobrávamos a barra da calça até o meio da canela, ou usávamos o fechinho aberto..."tri styling"!

CONCLUSÃO...

ser diferente, é meio que totalmente uma coisa inerente à nossa natureza humana...

E pq o ser, que devia ser humano, não entende p*rra nenhuma de respeito a qq tipo natureza, cria o  CERTO  e o ERRADO, o IN e o OUT, o CHIC e o BREGA, e todos os demais mandamentos comportamentais, de moda,  de BANDo, gangue,ou  milícias...!!!

E é por q tudo é definido, em algum moment,o por algum babaca, que eu, que sempre sofri na adolescência sendo chamada de tripa, taquara, caniço e outras gentilezas similares, vejo hoje, minhas sobrinhas sendo chamadas de orca, boto, e afins...

É cumpanhero Cazuza, o tempo não para, e as pessoas continuam ridículas qdo em grupo...

E aí? Afinal, o que é bonito?

Um cara grego, entre um pote e outro de ambrosia, no Olimpo, definiu assim o BELO (belo de beleza, não de viviane araújo, please!):

BELO É O QUE AGRADA

nosso toque (plástico bolha, lençol cetim...)

nossa visão: loiros like sawyer de Lost...(tudo e mais 10%! essa setinha: ! acho lindinha, pô! rosa então...


nosso olfato : cheiro de jasmim na madrugada, é lindo!

nosso paladar hum... bala Frumello é linda! Quindim é belíssimo!

"K-piche?"

O belo é uma experiência pessoal!


Joguemos fora, não sem antes, pisar e sapatear em cima, os "uniformes", e todos aqueles que tentam nos enfiar em um"!!!

P.S  atentem pra foteenha do casaco do glorioso. Achei à venda no mercado livre ,original, usado, a 75,00..se alguém  quiser



2 comentários:

Nettinha disse...

Eu passei por isso...só que tenho mais idade! Passei pelo humilde uniforme de escola pública, que tinha um EP bordado em azul marinho...e passei pelo Glorioso Santo Antonio Maria Zaccaria, colégio rigido de padres, um dos mais conceituados. Uniforme...calça ou saia Caqui com camisa bege e uma flor de liz bordada (primeiro grau) e segundo grau a blusa era azul com a calça jeans...no meu tempo, (me senti ultra veia agora), o Belo nem era percebido como Platão o fez...o Belo era ter uma sandália transparente só vendida em importadoras (eu as tinha as duzias pois minha mamy é made in USA e comprava por cents) O Belo era ser esguia, porém com bunda...era magérrima e me sacaneavam pq tinha pouco busto. Fazia Dança coisas de jovens criados por avós...rs Quem me conhece desde nova meio que fica surpreso de como cheguei ao numero 40...42...hehehe O Belo era você ter uma calça "cocota" da Lee, uma blusa hang ten...que hoje em dia le-se calça coz baixissimo...a Levi's tres botoes era a mais cobiçada entre os jovens e mais abominada entre os pais...kkkkkk Belo era andar de Skate, ir numa Hi Fi...ou numa festinha cujo DJ era o dono da festa ao som do "Vou dar porrada porrada vai comer lá fora" (refrao de uma musica em ingles que fazia-se trocadilho) musicas do Peter Frampton e do ALice Cooper eram o must, e dá-lhe I never Cry...muito bom! Famosas mela cuecas..kkkkkk No entanto...
O grande barato da vida é quando descobrimos que o BELO não se compra em loja nem em nenhuma drogaria. Adquirimos em casa através de exemplos e princípios! O Belo real por incrivel que pareça é imaginário...e não salta aos olhos! O Belo na realidade é o poder de podermos entrar de cabeça nos sonhos sem atropelar os demais. É sabermos manter antigos amigos mesmo que conquistemos novos, é manter valores e ideais de acordo com nossos interesses sem esquecer o limite do outro...
Vim aqui dar meu alo!
Deixar minha "pobre filosofia" de buteco...
um beijo dessa sua mega fã!

Norminha99 disse...

Caraca.....já nem me lembrava mais disso...desentocou o tema, lá do fundo do baú. Muito bom o texto. Deu até saudades daquele tempo (não tão distante kkkkk). Legal, gostei mesmo.Parabéns pela viagem de sentimentos que você me proporcionou.Beijão amiga "GUERREIRA".